Logomarca    
Bem vindo ao nosso website!
Belo Horizonte/MG, quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Indique este pacote

EXPEDIÇÃO CAMINHO DOS DIAMANTES

Duração: 08 dias e 07 noites

A Estrada Real é a maior rota turística do país e são mais de 1.630 quilômetros de extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Hoje, ela é percorrida na intenção de resgatar as tradições, valorizando a identidade e as belezas da região. E é impossível não se encantar com a imponência da natureza nesta parte do país. A sua história surge em meados do século 18, quando a Coroa Portuguesa decidiu oficializar os caminhos para o trânsito de ouro e diamantes de Minas Gerais até os portos do Rio de Janeiro. As trilhas que foram delegadas pela realeza ganharam o nome de Estrada Real. O Caminho dos Diamantes tinha a intenção de conectar a sede da Capitania, Ouro Preto, à principal cidade de exploração de diamantes, chamada de Diamantina. Então, em 1729, as pedras preciosas de Diamantina ganharam destaque nas economias Brasileira e Portuguesa. Uma viagem incrível pela Serra do Espinhaço, cheia de surpresas como vilarejos pitorescos, cachoeiras exuberantes, espiritualidade, além da famosa gastronomia e hospitalidade mineira! Então vamos viver essa experiencia oikos & FLYVip viagens???!!!

a 01 - DomingoBelo Horizonte

Recepção no Aeroporto Internacional de Confins e traslado a seu hotel na região central de Belo Horizonte. Acomodação e restante do dia livre.

*Consulte opcionais – Sugestão: antecipe sua vinda a BH no sábado e tire o domingo para visitar o Instituto de Arte Contemporânea de Inhotim – Consulte-nos! Em horário apropriado, encontro com nossa equipe para briefing dos próximos dias da expedição.

 

Dia 02 - Segunda-feiraBelo Horizonte / Diamantina / São Gonçalo do Rio das Pedras

Após café da manhã, saída de Belo Horizonte com destino a Diamantina.

Fundada em 1713 e eternizada como terra de Chica da Silva e do saudoso Presidente Juscelino Kubitschek, representou a maior lavra de diamantes do mundo ocidental no Séc. XVIII e é isso que nos trás até lá!

Chegaremos por volta das 12 hrs onde retiraremos nosso Passaporte da Estrada Real (Preenchimento obrigatório de 1 formulario que ao fechar o pacote envio o link do formulario). Após almoço regional, faremos um passeio cultural por Diamantina, visitando a Igreja Sagrado Coração, Casa da Chica da Silva, Museu de Tipografia e Mirante Cruzeiro da Serra. De lá, iniciaremos de fato nossa incursão pelos caminhos originais da Estrada Real com destino ao nosso primeiro vilarejo de parada: São Gonçalo do Rio das Pedras. A depender do horário, visitaremos a Pedra da Rapadura e Cachoeira da Grota Seca, um rio subterrâneo de formações rochosas extremamente peculiares.

Acomodação e jantar livre na vila. Refeições do dia: Café da Manhã + Almoço

 

Dia 03 - Terça-feiraSão Gonçalo do Rio das Pedras / Milho Verde e Capivari

Pela manhã, saída com direção ao distrito de Capivari, uma vila perdida no tempo e espaço aos pés do Pico do Itambé, um dos principais gigantes do Espinhaço. Atrás de suas serras, abriga-se a Cachoeira do Tempo Perdido, considerada uma das mais bonitas de toda Minas Gerais.

Faremos um Off-Road até bem próximo do complexo da cachoeira que pode ser acessada por uma pequena e fácil caminhada. Tempo livre para aproveitar deste paraíso natural. No retorno, almoço de culinária quilombola regional na vila de Capivari. De lá, regressaremos para São Gonçalo do Rio das Pedras via distrito de Milho Verde. No caminho, faremos uma parada para banho na Cachoeira do Canelal chegando no fim da tarde no Lajeado e na famosa Igreja de Nossa Senhora do Rosário, com vista privilegiada para o Pico do Itambé.

Retorno a Pousada em São Gonçalo do Rio das Pedras. Jantar livre. Refeições do dia: Café da Manhã + Almoço

 

Dia 04 - Quarta-feiraSão Gonçalo do Rio das Pedras / Serro / Vila Fantasma Serra da Carola / Itapanhoacanga / Tapera / Córregos / Conceição do Mato Dentro

Após café da manhã, seguiremos viagem pelo Caminho dos Diamantes com destino ao município de Serro, um dos mais antigos de Minas, e o primeiro do Brasil a ter o conjunto arquitetônico declaro como patrimônio histórico pelo Iphan em 1938. Entre ladeiras e morros, a antiga Vila do Príncipe do Serro Frio hoje se destaca pela produção do queijo minas artesanal e declarado Patrimônio Imaterial de Minas Gerais.

Visitaremos Matriz de Nossa Senhora da Conceição,  e as igrejas de Nossa Senhora do Carmo, de Nossa Senhora do Rosário além da imperdível Capela de Santa Rita.

Faremos também uma parada no Museu do Queijo até seguirmos a visita de uma fazenda de produção de queijo onde conheceremos o processo artesanal local seguida de degustação e café colonial. (nota – visitação cancelada devida a pandemia – degustação se dará em loja no centro da cidade). Prosseguiremos viagem com destino a Conceição do Mato Dentro mas faremos uma estratégica parada na enigmática Vila Fantasma Serra do Carola, a montanha dos bem-aventurados que, uma vez por ano, recebe peregrinos, no jubileu a Nossa Senhora das Dores. E tem-se um belo 360 graus da região.

Prosseguiremos pelos caminhos originais da Estrada Real, atravessando o Espinhaço num incrível off-road 4×4 pelos distritos de Itapanhoacanga / Santo Antônio do Norte (Tapera) / Córregos até atingirmos o município de Conceição do Mato Dentro. Acomodação.

Refeições do dia: café da manhã + café brunch colonial ou almoço

 

Dia 05 - Quinta-feiraConceição do Mato Dentro / Tabuleiro / Morro do Pilar / Itambé do Mato Dentro / Cabeça de Boi

Após café da manhã, sairemos bem cedo para atingirmos a parte alta da maior e mais bela das Gerais: Cachoeira do Tabuleiro. Nosso tour será um 4×4 Off-Road pelo alto da Serra do Intendente onde deixaremos o veículo e faremos uma caminhada leve de aproximadamente 4 km (08 entre ida e volta) até a queda d’agua com inúmeros poços convidativos para banho e vista ímpar da região.

De lá, prosseguiremos descendo o Espinhaço por sua face leste passando pelos municípios de Morro do Pilar e Itambé do Mato Dentro até chegarmos ao belíssimo vilarejo de Cabeça de Boi, um paraíso de recurso naturais, que oferece aos seus visitantes muita tranquilidade e paz.

A bucólica cidade de Santana do Rio Preto (conhecida também como Cabeça de Boi) foi fundada pelo bandeirante Romão Gramacho, no fim de 1600 e início de 1700. O povoado merece visita por sua conexão com a natureza preservando várias nascentes de água e uma fauna variada Almoço tardio e acomodação.

Refeições do dia: café da manhã + almoço + jantar

 

Dia 06 - Sexta-feiraCabeça de Boi / Ipoema / Cocais / Barão de Cocais / Santa Bárbara / Santuário do Caraça

Hoje sairemos bem cedo para visitaremos do complexo “Santuário das Águas Minerais”, onde visitaremos a famosa Cachoeira Intancado além da belíssima Cachoeira das Maçãs cuja formação rochosa é muito peculiar, com encontro de duas rochas e arbustos que nascem e sobressaem nelas. Possui duas quedas, a maior com aproximadamente 10m de altura e poço alternado em duas profundidades: 1 e 7 metros.

Regresso ao Vilarejo de Cabeça de Boi para almoço e partida para o Santuário do Caraça. No caminho visitaremos Senhora do Carmo, Ipoema e o Museu do Tropeiro (fechado temporariamente pela pandemia), o belíssimo distrito de Cocais, Barão de Cocais, Santa Bárbara até chegarmos no Santuário do Caraça, antigo colégio interno onde importantes personalidades da história brasileira estudaram.

Hoje, o ainda conhecido por Parque Natural do Caraça ou Complexo Santuário do Caraça é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), rica em natureza, espiritualidade e considerada uma das 7 Maravilhas da Estrada Real. Acomodação e jantar na Pousada da Caraça.

Por volta das 18:30, teremos a possibilidade de avistarmos um dos mais famosos e fiéis visitantes do Caraça: o lobo-guará. Conhecida como a “Hora do Lobo”, a tradição de aguardar a visita do lobo todas as noites começou no Caraça em maio de 1982, quando algumas lixeiras começaram a aparecer derrubadas e reviradas. Em um primeiro momento pensou-se que isto poderia ser causado por cachorros e começaram então a observar e descobriram que o grande cachorro que revirava as lixeiras do Santuário era na verdade o Chrysocyon brachyurus, que quer dizer “animal dourado de cauda curta”. É chamado Guará porque em tupi-guarani, a língua dos indígenas, guará significa “vermelho”. Desde então, começaram a colocar bandejas de carne nos dois portões da frente da casa e aos poucos os lobos se aproximaram da escada da igreja, até que resolveram subir a bandeja para o adro, onde todas as noites é colocada. Essa prática de alimentar os lobos no Caraça só persiste até os dias atuais porque o seu hábito de caça não foi comprometido. Por este motivo o lobo-guará não tem hora de aparecer. O momento de esperar a aparição do animal é conhecida como “hora do lobo”, a partir das 18h30. Enquanto o lobo não vem, o Caraça proporciona aos hóspedes o tempo da informação, a educação ambiental.

Refeições do dia: café da manhã + almoço + jantar

 

Dia 07 - SábadoSantuário do Caraça / Catas Altas / Mariana / Ouro Preto

Manhã livre para desfrutar das maravilhas do Caraça. Poderemos nos centrar no Núcleo Histórico, composto pela igreja neogótica, ruínas do antigo Colégio e construções anexas ou nos Atrativos Naturais tais como cachoeiras, piscinas naturais, picos e mirantes.

Após o almoço, saída do Santuário do Caraça até Catas Altas onde visitaremos o Bicame de Pedras, a icônica Capela de Santa Quitéria e a Matriz Nossa Senhora da Conceição.

De lá, seguiremos com destino a Mariana, primeira vila de Minas Gerais, a primeira capital do estado e a cidade mais rica do Ciclo do Ouro. Visitaremos a famosa Praça Minas Gerais onde ficam duas das maiores e mais bonitas igrejas da cidade: a Igreja de São Francisco de Assis e o Santuário de Nossa Senhora do Carmo. Por dentro e por fora, as igrejas são exemplares da arte barroca com obras de Aleijadinho e do Mestre Atayde. No meio da praça fica o pelourinho e, de frente para as igrejas, a Casa de Câmara e Cadeia. De lá, faremos uma interessante visita a Mina da Passagem, a maior mina de ouro aberta à visitação do mundo. De lá, foram extraídas 35 toneladas de ouro durante mais de um século, até a mina ser desativada em 1935. No passeio, você desce em um carrinho de mineradores sobre trilhos até 120 metros de profundidade, por um túnel de 350 metros de extensão. Há várias galerias e câmaras, lago subterrâneo e equipamentos antigos usados na mineração. Um guia, que acompanha os visitantes durante todo o passeio, fala sobre a história da mina e explica sobre as rochas e a extração do ouro.

Após passeio, teremos o fechamento dessa grande expedição: chegada em Ouro Preto. Acomodação e noite livre.

Refeições do dia: café da manhã + almoço

 

Dia 08 - DomingoOuro Preto / Belo Horizonte

Pela manhã faremos um interessante Walking Tour Cultural em Ouro Preto. A visita começa pela Igreja do Pilar, construída em taipa e madeira e concluída por volta de 1712, é considerada o mais antigo templo de Vila Rica. A comunidade, achando sua igreja pequena para a quantidade de fieis, decidiu por demoli-la e por erguer ali um novo templo. A ampliação, iniciada por volta de 1728, começou pelo corpo do templo primitivo e atingiu a capela mór, quando transladaram então o Santíssimo Sacramento provisoriamente para a capela de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. O regresso dessas peças-chave, em 1733, deu origem a mais pomposa das procissões do Brasil Colonial, o chamado Triunfo Eucarístico. De lá, seguiremos para a Igreja São Francisco de Assis fundada em 9 de janeiro de 1746, na Capela de Bom Jesus dos Perdões (atual Mercês e Perdões) e agrupava os mais importantes membros da sociedade da época. Dez anos mais tarde já contava com muitos adeptos que, desde 1751, passaram a se reunir na matriz de Antônio Dias. Por volta de 1752 cogitou-se a construção do seu próprio templo, iniciada em 1765. Com risco de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, atesta a evolução no emprego da curva e contracurva, que afeta, sobretudo a nave e a fachada, introduzindo um tipo completamente novo na arquitetura, considerado a obra-prima da arte colonial brasileira. A construção do edifício estava praticamente concluída em 1771. Nosso passeio prossegue até a Casa da Ópera de Vila Rica, hoje Teatro Municipal de Ouro Preto, é o mais antigo teatro em funcionamento das Américas. Foi construído em 1769 por João de Souza Lisboa e inaugurado em 6 de junho de 1770, o aniversário do Rei Don José I. No Período barroco, a teatralidade era elemento de forte presença no cotidiano. Toda festa mineira era sempre um grande espetáculo e o teatro o meio mais adequado para expressar a pompa, opulência e glória dessa poderosa sociedade setecentista. Encerraremos nossa visita na Mina do Jeje possui uma extensão de 160m abertas à visitação até o primeiro salão de mineração. Por não haver documentos oficiais, seu período de exploração é impreciso. Entretanto, indícios arqueológicos apontam para um surgimento aproximado ao das demais minas que compunham o Ciclo do Ouro no Brasil, isto é, século XVIII. A forma de escavação desta mina apresenta traços de uma “engenharia” elaborada por escravos negros vindos da África para trabalharem nas minas. As condições degradantes deste afâ reduziam a expectativa de vida dos escravos, expostos ao ar rarefeito e a insalubridade do local. Regresso a Belo Horizonte por volta das 12 hrs. Traslado ao Aeroporto (voos a partir das 18 hrs) ou seu hotel. ATÉ SUA PRÓXIMA AVENTURA!!!
Refeições do dia: café da manhã

Inclui:
Traslados Aeroporto / Hotel em Belo Horizonte
01 noite de hospedagem em Belo Horizonte no Hotel Tryp by Wyndham Savassi (ou similar) com café da manhã
Expedição pela Estrada Real Privativa / Compartilhada “Caminho dos Diamantes” em veículo 4x4 com ar-condicionado para até 06 passageiros (Pajero Dakar, Toyota Hilux SW4 ou picape L200, Nissan, Amarok ou similar) Guia-Motorista Integral
City Tour Privativo em Diamantina c/ Guia Local (almoço incluído)
02 noites de hospedagem na Pousada do Capão (ou similar) em São Gonçalo do Rio das Pedras com café da manhã em chalé standard
Tour “Povoados Milho Verde & Capivari” c/ Cachoeira do Tempo Perdido e almoço quilombola com guia local
Tour “Serro – Queijos e Arquitetura” com guia local e visita a fazenda de produção com degustação + café colonial (sujeito a disponibilidade)
01 noite na Pousada Retiro da Serrinha Hospedaria (ou similar) em Conceição do Mato Dentro com café da manhã
Tour “Off-Road Parte Alta da Cachoeira do Tabuleiro” c/ almoço em Morro do Pilar
01 noite de hospedagem na Pousada Vilarejo (ou similar) no povoado de Cabeça de Boi em Itambé do Mato Dentro com pensão-completa
Tour “Santuário das Águas Minerais” em Cabeça de Boi / Itambé do Mato Dentro
01 noite de hospedagem no Santuário do Caraça (Ala Santuário ou Carapuça) com pensão completa
Tour a Mina da Passagem em Ouro Preto / Mariana
01 noite de hospedagem no Hotel Luxor (ou similar) em Ouro Preto com café da manhã
City Tour em Ouro Preto
Traslado Ouro Preto / Belo Horizonte (hotel ou aeroporto)
Seguro contra acidentes pessoais
Não inclui:
Passagens aéreas e taxas de embarque;
Refeições não mencionadas;
Despesas pessoais;
Seguro de assistência em viagem.
Nosso Caminho dos Diamantes tem novas datas, para você programar sua viagem para Minas Gerais.
.
Lembrando que as saídas acontecem todos os domingos. As datas abaixo já estão programadas, mas esperamos você embarcar nesta aventura com a gente dentro da sua disponibilidade.
.
??CONFIRA:
13/06 A 20/06
27/06 A 04/07
04/07 A 11/07
08/08 A 15/08
22/08 A 29/08
12/09 A 19/09
?
a partir de:
R$ 4.800,00-(PARA 1 PESSOA) E R$ 3.950,00- POR PESSOA EM APTO DUPLO. BASE PARA 4 A 6 PESSOAS NA MESMA VIAGEM)
R$5870,00 ( POR PESSOA BASE PARA 2 PESSOAS NA MESMA VIAGEM)
SUPLEMENTO VIAGEM INDIVIDUAL : R$850,00 .
VALORES SUJEITOS A DISPONIBILIDADE E ALTERAÇÃO SEM PREVIO AVISO.
FORMA DE PAGAMENTO:

* 25 % de entrada e restante em até 6x sem juros nos cartões de crédito;

* À vista com 7% de desconto.

IMPORTANTE:

* Valor sujeito a alteração sem aviso prévio válido para saída privativa com no mínimo 2 pessoas ou compartilhada com 4 a 6 pessoas. Confirme no ato da reserva.

* Lugares sujeitos à disponibilidade

* Preços não válidos para Feriados

* Alguns serviços possuem valor adicional nos feriados e nos dias 25/12 e 01/01 e alguns hotéis possuem políticas de mínimo de noites e ceia natal e ano novo obrigatória. Consulte-nos!

CANCELAMENTOS E DEVOLUÇÕES

De acordo com as condições do contrato de prestação de serviço.
QUANDO A VIAGEM ACONTECE:

* Todos os domingos.

OBSERVAÇÕES:

* A ordem dos passeios pode ser alterada de acordo com a logística local.

* A programação acima pode sofrer alterações devido a fatores climáticos, de acesso ou outros que a operadora julgue que possam interferir na segurança ou bem-estar dos viajantes.

CONDIÇÕES GERAIS

* Documentação para embarque: para sua tranquilidade providencie a documentação com antecedência.

* Crianças menores de 18 anos que não estejam acompanhadas de pai e mãe, devem obrigatoriamente ter autorização com firma reconhecida daquele que não está presente.

* Verifique com o consultor se os valores divulgados tem restrições para o mínimo de participantes.

MELHOR ÉPOCA

De dezembro a fevereiro as cachoeiras estão com maior volume d’água. Em junho e julho, tem festa de Congado entre Conceição do Mato Dentro e Serro. No período entre novembro e janeiro pode chover bastante, enquanto de abril a setembro as águas dão trégua e as temperaturas caem um pouco. No inverno, pode realmente fazer frio nas serras! Prepare-se para uma viagem onde poderemos nos deparar com as 4 estações do ano!

DIFICULDADE FÍSICA

Procuramos sempre alternar trilhas mais pesadas (como a da cachoeira do Tabuleiro por cima) com programas mais leves (como passeio ao Santuário das Águas Minerais em Cabeça de Boi) e sempre na companhia de um guia!

TRANSFERS:

Transfer IN – Chegada aos domingos – qualquer horário.

Transfer OUT – Partida aos domingos – sugestão de voo a partir de 18h ou, se necessário, considere mais uma pernoite em Belo Horizonte ou Ouro Preto.

IMPORTANTE:

* O Caminho dos Diamantes é uma região de estradas e trilhas de difícil acesso que demandam esforço dos veículos, por este motivo e por questões de segurança, transitamos sempre em velocidade reduzida. Mesmo assim, podem ocorrer avarias, situações estas que podem demandar o uso de veículos de terceiros para apoio e transporte. Isto pode demorar, levar à atrasos e modificações no roteiro. Desta forma, o roteiro e veículos poderão ser alterados sempre que a empresa julgar necessário sem prévio aviso, visando sempre preservar a segurança e bem estar dos viajantes e da equipe.



HOSPEDAGENS PREVISTAS:

NOITES

LOCALIDADE

ACOMODAÇÃO

01 nt

Belo Horizonte

Hotel Tryp by Wyndham Savassi

02 nts

São Gonçalo do Rio das Pedras (Serro)

Pousada do Capão

01 nt

Conceição do Mato Dentro

Hospedaria Retiro da Serrinha

01 nt

Cabeça de Boi (Itambé do Mato Dentro)

Pousada Vilaarejo

01 nt

Santuário do Caraça

Ala Santuário ou Carapuça

01 nt

Ouro Preto

Hotel Luxor



O que levar
Protetor solar;
Repelente de insetos;
Bota ou Tênis para Trekking;
Chapéu ou boné;
Roupa de banho;
Equipamento fotográfico ou filmadora;
Blusa para proteger do vento;
Calça leve ( preferencia de tactel);
Entre novembro e janeiro inclua capa de chuva;
Medicamentos de uso pessoal. Ex. Analgésicos, anti alérgicos, remédios para enjoos, etc.

* Valores sujeitos à alteração sem aviso prévio. Pacotes sujeitos à disponibilidade e a alterações. Fotos meramente ilustrativas.

Flyvip Viagens

Agende seu atendimento pelo email ou telefone - • - Belo Horizonte/MG

Tel.: (31) 9 9298-5447 - Fax:

E-mail: atendimento2@flyvipviagens.com.br